domingo, 8 de março de 2015

Iniciando o Linux em Modo Texto (com GUI já instalada)





Gostei da dica que estou postando hoje no blog  pelo simples fato de eu ter um servidor doméstico em minha casa. Por padrão eu instalei uma interface gráfica leve (gnome classic), fiz todas as configurações no sistema Linux (Ubuntu) e logo em seguida deixei o mesmo sem monitor, teclado e mouse. "Isso mesmo, só acessando via remoto "....

Bom já que o PC irá apenas servir como backup de arquivos e outras funções, a usabilidade de interface nele seria mínima, pensei em tal recurso de remover a interface gráfica. Mas quando precisar conectar "fisicamente", com monitor, teclado e mouse por algum contratempo pensei que perderia um pouco de tempo em instalar novamente a interface gráfica que desinstalei.


Para poupar desse tempo, escolhi em desabilitar a interface gráfica logo assim que o sistema iniciar. Após o BOOT  e após o carregamento do GRUB ele entraria em modo texto automaticamente poupando uma carga de memoria RAM.


Para fazer isso basta acessar o Terminal e entrar no diretório:

/etc/default/grub



Fiz algumas alterações que achei essenciais, como você pode ver abaixo:

  • Comente a linha GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT=”quiet splash”, adicionando # no início. Isso irá desativar a tela colorida do Ubuntu;

  • Mude GRUB_CMDLINE_LINUX=”” para GRUB_CMDLINE_LINUX=”text”. Isso fará com que o Ubuntu inicialize diretamente em modo de texto;

  • Descomente essa linha #GRUB_TERMINAL=console, removendo o # no início. Isso faz com que o menu do GRUB fique em modo de texto (tela preto e branco, sem imagem de fundo)




Depois das alterações você terá que atualizar as alterações que foram feita no script do GRUB. Para fazer isso, novamente no Terminal rode o comando :


sudo update-grub


Agora sim você poderá reiniciar o sistema Linux e conferir as alterações que foram feitas.

A segunda parte dessa dica e para finalizarmos o tutorial, fica por conta do acesso remoto. Como eu deixei o sistema inicializando apenas em modo texto e sem "monitor, teclado e mouse" plugados no PC eu apenas acesso o mesmo através de SSH ou Rdesktop.


Quando acesso o servidor através do Rdesktop, o mesmo ao invés me exibir o modo texto, ele carrega a interface gráfica que tem instalada no Linux. Isso foi muito bom pois, consigo fazer algumas alterações em arquivos graficamente, como se estivesse no PC fisicamente e sabendo que estou em modo texto porém remotamente estou utilizando a interface gráfica.